Arroz com feijão é saúde no prato

Arroz com feijão

Há entre os brasileiros uma mudança de hábitos alimentares muito forte. O número de restaurantes e fast foods só cresce, enquanto o número de pessoas que preparam os próprios alimentos diminui drasticamente. Nos últimos anos, o consumo de arroz no Brasil diminuiu 40,5% e o de feijão caiu 26,4 %, nesse mesmo período (Fonte: IBGE). O que isso quer dizer? Isso quer dizer que a nossa alimentação está empobrecendo nutricionalmente e é preciso prestar atenção nisso.

No caso do prato chefe da alimentação do brasileiro médio há diversos nutrientes que estamos perdendo. O arroz (aqui no Mercado) e o feijão (aqui e aqui no Mercado) se completam. Nenhum dos dois contém todos os aminoácidos essenciais para o nosso organismo, mas quando consumidos juntos, eles compõem todos os aminoácidos essenciais, transformando-se, em uma proteína completa. Segundo a Embrapa, um prato de arroz com feijão garante a absorção de mais de 80% de proteína.

O arroz e o feijão são nutricionalmente superiores à carne industrializada, pães refinados, massas ou sanduíches. Algumas combinações dessas proteínas vegetais substituem, perfeitamente, o perfil de proteína da carne.

Além disso, o consumo desses alimentos juntos, traz mais benefícios à saúde que quando ingeridos separadamente, já que apesar de ser uma rica fonte proteica, o feijão guarda certa desvantagem isoladamente, pois o organismo não consegue digerir todas as proteínas que ele oferece. Porém, quando o alimento é consumido com outro cereal, como o arroz, o organismo consegue fazer a digestão de todas as vitaminas e proteínas.

Falando isoladamente, o feijão pertence à família das leguminosas (lentilha, ervilha, soja, grão de bico…). Essa família se caracteriza por ser rica em proteínas, minerais (ferro e cálcio) e vitaminas B1 e B2.

Já o arroz, além de ser uma excelente fonte de proteína, oferece carboidratos, vitaminas e sais minerais. O cereal é campeão em vitaminas do complexo B. Além disso, ele possui ainda fibras e metionina (aminoácido que ajuda a processar gorduras e preservar a função hepática).

Juntas as fibras do arroz e do feijão reduzem o risco de distúrbios cardiovasculares, diabetes, câncer de cólon, além de contribuir para um melhor funcionamento do intestino.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s