Comida de verdade: você sabe do que se alimentou hoje?

Prato de comida

Os últimos meses têm sido pródigos em escândalos na indústria de alimentos. A mídia e os órgãos de regulação têm feito constantes denúncias de adulterações desses produtos, assim como novos estudos têm nos mostrado os danos que certos componentes desses alimentos causam em nossa saúde.

E não tem jeito. Está claro que há uma ação (principalmente política e publicitária) que cria produtos danosos com cara (embalagem) de bonzinhos. E, principalmente, há um controle da informação que limita o nosso entendimento das regras do jogo.

Para driblar essa lógica de consumo, não tem jeito, você precisa se informar, estudar e questionar. Não há, em um cenário próximo, perspectivas de que a indústria passe a ser franca com o consumidor. Ela irá continuar manipulando informações e colocando desenhos fofinhos de vaquinhas em embalagens de leite para aumentar a margem de lucros enquanto adiciona mais produtos químicos e conservantes nos alimentos.

Se você está incomodado com isto, a dica é começar a se questionar: “o que me alimentou hoje era comida de verdade?”.

Pare e pense: um único morango (que hoje em dia se come em qualquer época do ano!) pode conter até 19 tipos diferentes de agrotóxicos para que ele fique do jeitinho que lhe parece mais palatável. Um bolo industrializado dura meses e continua fofinho, e um pacote de bolachas mesmo depois de aberto também, por causa dos conservantes que estão omissamente presentes em sua formulação. Sem falar no suco “natural” vendido a rodo no supermercado. Ele é pasteurizado e contém uma série de truques que o fazem ter uma vida muito longa, mas que o leva para bem longe da categoria “natural”. E o que dizer da carne que comemos, repleta de hormônios e antibióticos que acabam afetando diretamente a nossa saúde?

Não adianta, você é o único responsável por aquilo que come. A indústria oferece, mas a decisão de compra é sua. Há outros caminhos e é você quem precisa encontra-los (construi-los). Aprenda a ler os rótulos, invista em produtos orgânicos e, principalmente, faça as suas próprias refeições. Tenha o controle da sua alimentação. Este é um dos bens mais preciosos nos dias atuais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s