Meus 5 Minutos: Guru da vida saudável defende a comida caseira e dá dicas para cozinhar no dia a dia

Michael Pollan

Hoje queremos dividir com vocês uma matéria muito legal que o portal Meus 5 Minutos fez com Michael Pollan autor do livro “Cozinhar – Uma história natural da transformação“.

No texto, Pollan fala sobre a importância de cozinhar em casa e sobre como a lógica da indústria dos fast food inverteu, de maneira negativa, o nosso relacionamento com a comida.

Para ver todo o conteúdo publicado pelo site, acesse este link aqui.

Lá você terá acesso também a uma entrevista exclusiva em que o escritor defende que sejamos mais conscientes e críticos na hora de nos alimentarmos.

É uma leitura que realmente vale a pena.

Guru da vida saudável defende a comida caseira e dá dicas para cozinhar no dia a dia
Michael Pollan está no Brasil para lançar o livro “Cozinhar – Uma história natural da transformação” e conversou com o Meus 5 Minutos

Ama os pratos da Nigella? Adora o Jamie Oliver (até já superou o fato de ele não gostar de brigadeiro)? Se encanta com o Rodrigo Hilbert? Agora, outra pergunta importante: quantas dessas receitas ensinados por eles você testou em casa? Poucas? Nenhuma? Você não está sozinho. De acordo com Michael Pollan – escritor, jornalista e ativista militante a favor da alimentação saudável –, apesar de pensarmos e falarmos mais sobre culinária, passamos mais tempo vendo refeições serem preparadas na TV do que efetivamente cozinhando. E por que devemos nos preocupar com isso? Porque, de acordo com ele, quanto mais nos distanciamos da cozinha, mais nos distanciamos das nossas raízes e menos sabemos o que estamos de fato comendo. A conseqüência: uma má alimentação, obesidade, doenças crônicas… “Há um custo muito alto em deixar a indústria cozinhar para você. E este custo é calculado na sua saúde. Quando terceirizamos nossa comida, perdemos o controle da nossa alimentação. Perdemos o controle das nossas vidas”, defende Pollan.

Pollan está no Brasil por conta de seu livro “Cozinhar – Uma História Natural da Transformação” (Intrínseca), que será lançado oficialmente no país nesta semana, na Flip (Feira Literária de Paraty). Ao longo das 400 páginas, o autor conta como foi sua imersão no universo da culinária, quando buscou a ajuda de mestres no assunto para aprender sobre os quatro elementos básicos do cozinhar. Cada um deles ganhou o seu capítulo. Em “Fogo” fala sobre como preparar um tradicional churrasco. “Água” traz suas lições sobre ensopados. “Ar” fala dos pães. E em “Terra” desvenda o mundo da fermentação. Tudo combinado com informações antropológicas, históricas e cientificas.

Este é o quarto livro do autor lançado no país, dos sete que escreveu. Num de seus best-sellers “O Dilema do Onívoro” (Intrínseca) reconstitui o trajeto dos alimentos de sua origem até a nossa mesa, avaliando o que está por trás da produção de alimentos numa cadeia altamente industrializada. Em “Regras da Comida – Um Manual da Sabedoria Alimentar” (Intrínseca) plantou frases, ou melhor, lições de efeito ecoadas até hoje (leia algumas delas abaixo).

Você pode até não gostar de cozinhar, mas é difícil questionar os benefícios da comida feita em casa. Quem não gosta daquele feijão com arroz e salada “fresquinhos” dos quais sentimos falta ao almoçar fora todos os dias por conta do trabalho? Seria ótimo poder fazer isso diariamente. Com sua saga em “Cozinhar”, Pollan nos leva às origens do que comemos e à importância de fazermos nós mesmos o que colocamos para dentro do nosso corpo. Mas, calma, você não precisa fazer um porco que fica seis horas no fogo ou preparar do zero seu próprio queijo, como o autor relata ter feito. Sua vida na cozinha pode e deve ser mais simples do que isso. Senão, convenhamos, ela não existirá. Na conversa com o Meus 5 Minutos, Pollan mostra que é, sim, possível encaixar o cozinhar na nossa vida corrida. Veja como:

Compartilhe o trabalho
“Cozinhar deve ser um trabalho compartilhado. Precisamos dos homens na cozinha. Precisamos das crianças na cozinha. Devemos nos revezar e trabalhar juntos. Quando trabalhamos juntos, o tempo na cozinha vira o tempo com a família, com o companheiro. Assim, cozinhar não está tomando o seu tempo, está contribuindo para que ele seja melhor aproveitado.”

Aprenda as técnicas básicas
“As pessoas precisam aprender o básico. Não podem ter medo de começar. Quando mais prática tiver, mas fácil será para cozinhar e mais rápido conseguirá fazer as coisas.”

Valorize as sobras
“Quando estou cozinhando, sempre tento fazer a mais. Faço o dobro ou 50% a mais do que estava planejando para que eu já tenha o começo de uma outra refeição. Precisamos rever como lidamos com as sobras, porque elas são maneiras de transformar uma refeição em outra. É assim que devemos pensar sobre elas. Nem toda refeição precisa ser única, exclusiva ou vista como uma ‘entidade’. Com as sobras, você não está sempre começando do zero.”

Seja estratégico
“Também tem a ver com fazer a mais. Afinal, já que estou ali picando cebola e fazendo uma bagunça na cozinha, porque não já fazer duas refeições completas e colocar uma no congelador e a outra na geladeira?!”

Pense à frente
“Acredito que há muitos alimentos convenientes hoje em dia. Você consegue comprar cebolas ou cenouras picadas. Sim, custam mais caro. Mas há sempre uma troca entre tempo e dinheiro. Se você não pode colocar mais tempo no que cozinha, você vai ter que colocar mais dinheiro. E vice-versa. Pensar à frente facilita inclusive na hora de se organizar a questão financeira. Por exemplo, eu sempre esqueço de deixar os grãos de molho. A melhor coisa que você pode fazer para comer grãos esta semana é ir para a cozinha agora e colocá-los de molho. Com certeza você terá algo para fazer com eles amanhã ou no dia seguinte e que não leverá muito tempo. Ao planejar o que vai fazer, você não precisará ir ao mercado todo dia.”

Compre o que parece bom
“Hoje em dia é muito fácil comprar algo mesmo sem saber o que você vai fazer com aquilo. Traga para casa e procure algum site de receitas na internet. É só colocar o ingrediente no campo de busca e você verá várias coisas para fazer. Deixe-se inspirar pelo que está no supermercado. Esta é uma maneira de romper qualquer que seja seu bloqueio com comida. Além de ser uma alternativa para fugir do hábito de fazer sempre a mesma coisa.”

Não tenha medo do simples
“Você não precisa de sobremesa quando está cozinhando em casa. Não precisa de muitos pratos ou de várias opções. Você pode ter um prato principal e uma salada e isso já é uma linda refeição. Escolha a simplicidade.”

Lembre-se: comida de restaurante não é comida caseira
“Parece óbvio, mas nem todo mundo pensa assim. Comida caseira é simples e há uma maneira de comer ao longo da semana que é diferente da maneira como você come nos finais de semana. Deixe os restaurantes para esses dias.”

Quer aprender com a TV? Escolha o programa certo
“Há dois tipos de programas de culinária. Existem os que dão instruções valiosas – e o Jamie Oliver é um bom exemplo disso – e têm os programas como o “Top Chef” que não vão ensinar nada de útil. Eles estão ali apenas para te entreter. Você pode aprender muita coisa a partir dos programas práticos. Eu sei porque cresci com a minha mãe assistindo à Julia Child. Ela testava em casa os pratos que aprendia no programa. Sorte a nossa. Mesmo durante a semana ela fazia um boeuf bourguignon ou coq au vin (pratos típicos da França) ou qualquer outro prato francês incrível porque ela queria testar. Nesta época ela não trabalhava, é importante dizer. Mas mesmo quando começou a trabalhar, ela fazia questão de colocar comida na mesa toda noite.”

Anúncios

Um pensamento sobre “Meus 5 Minutos: Guru da vida saudável defende a comida caseira e dá dicas para cozinhar no dia a dia

  1. Pingback: Conheça os benefícios dos sabonetes de argila orgânica | mercadodosorganicos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s