Mercado dos Orgânicos na Imprensa: Caderno Saúde e Bem-estar do Jornal do Comércio

07042014 _ JC _ Amanda

No post de hoje, queremos dividir com vocês a nossa alegria por termos sido entrevistados pelo Jornal do Comércio para o Caderno Saúde e Bem-estar. A matéria foi publicada nesta segunda-feira (07).

Ficamos muito felizes com o resultado do material e queríamos dividi-lo com vocês.

Abaixo, a íntegra do texto:

Internet oferece praticidade na compra de produtos orgânicos

A busca por uma alimentação mais saudável para a própria família acabou motivando a criação, em 2013, de uma empresa voltada à venda on-line de produtos orgânicos, a Mercado dos Orgânicos. Amanda Peçanha Pamplona e o marido Maurício Pamplona – sócios do empreendimento – perceberam que sua alimentação não era a ideal para o estilo de vida que desejam. “Gostaríamos de sair dessa lógica desenfreada de consumo, de alimentos processados, de produtos artificiais que não são o que aparentam ser e, assim, lutar pelo nosso direito de ter mais saúde e qualidade de vida. Os produtos orgânicos, claro, foram a resposta para a nossa questão”, salienta Amanda.

Da dificuldade em encontrar estes produtos em um único lugar, e a consequente procura por alternativas, veio a ideia do Mercado que, basicamente, é uma loja on-line na qual é possível descobrir diversos itens. Atualmente, são 141 produtos desde verduras, legumes, frutas, e pães até produtos que as pessoas nem sabem que podem ser orgânicos, como shampoo, sabonete, lava-louças, maquiagem, desodorante e sabão em pó. O sistema de entrega funciona de uma forma bastante simples. Para quem é de Porto Alegre, basta fazer o pedido on-line, e a entrega ocorre em casa. Se o cliente não é da Capital, o pedido é despachado pelo Correio – neste caso, não são vendidos produtos perecíveis.

Ela revela que, no início, eram quase que exclusivamente as mulheres quem faziam as compras, especialmente mulheres com filhos pequenos. “Agora, os homens também estão comprando mais, e assim, nosso cliente vai se modificando e tendo novas necessidades, e a gente vai atrás para atender essa demanda”, comenta. Embora ainda não tenha dados exatos, Amanda informa que há uma demanda crescente.

“Nossa ideia é ter um relacionamento diferente com o cliente”, salienta Amanda. Por isso, a conversa e atenção são essenciais para conhecer melhor o perfil do consumidor. “Nosso principal fidelizador é a confiança. Uma pessoa que compra produtos orgânicos on-line é, no mínimo, alguém bem informado e questionador. Então, eu tenho que saber cada detalhe dos meus produtos para dar segurança ao meu cliente, pois ele confia que aquele produto realmente é orgânico”, acrescenta.

A empresa vende para o Brasil inteiro e, como a maioria da cadeia de lojas orgânicas, tem como filosofia a sustentabilidade. Por isso, dá preferência aos fornecedores que atuam o mais próximo possível de Porto Alegre. “De nada adiantaria eu comprar um tomate orgânico que viesse de Goiás, por exemplo, pois eu precisaria arcar com o ônus ambiental de toda a emissão de gás carbônico para transportá-lo até o Rio Grande do Sul.” Os sócios consideram que o Mercado dos Orgânicos não é apenas um negócio. “É um meio simples de ajudar – a quem já está atento a questões muito sérias nos dias atuais, que envolvem saúde, consumo consciente e sustentabilidade – a encontrar os produtos, claro, mas também a ter acesso a informações e orientações úteis para ter uma vida com mais saúde e qualidade”, diz.

07042014 _ JC _ Página inteira

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s